top of page
  • Foto do escritorIgor Baliberdin

Você sabe da importância do Design Thinking?


Uma maneira gráfica de representar o processo criativo e que remete a um grande rabisco

Source: The Process of Design Squiggle by Damien Newman, thedesignsquiggle.com


A ideia é entrar na vida do consumidor e procurar entender e então ditar comportamentos e necessidades futuras.


Para iniciarmos a conversa, é importante termos em mente que, como diz Charles Burnette: "O Design Thinking é um processo de pensamento crítico e criativo que permite organizar informações e idéias, tomar decisões, aprimorar situações e adquirir conhecimento."


Embora o nome “design” seja frequentemente associado à qualidade e/ou aparência estética de produtos, o design como disciplina tem por objetivo máximo promover bem-estar na vida das pessoas/usuários. Por outro lado, é a maneira como o designer percebe as coisas e age sobre elas que chama a atenção de gestores, abrindo novos caminhos para a inovação dentro de empresas e setores da indústria.


"As coisas devem ter forma para serem vistas, mas devem fazer sentido para serem entendidas e usadas"

A inovação guiada pelo design veio complementar a visão do mercado de que para inovar é preciso focar no desenvolvimento ou integração de novas tecnologias e na abertura e/ou atendimento a novos mercados: além desses fatores tecnológicos e também mercadológicos, a consultoria em Design Thinking inova principalmente ao introduzir novos significados aos produtos, serviços ou experiências das mais diversas. Uma vez que “as coisas devem ter forma para serem vistas, mas devem fazer sentido para serem entendidas e usadas”(Krippendorf, 1989), o design é por natureza uma disciplina que lida com signosAo desafiar os padrões do nosso pensamento, comportamento e de sentimento, “Design Thinkers” criam e desenvolvem soluções que geram novos significados e que estimulam os diversos aspectos do ponto de vista cognitivo, emocional e sensorial envolvidos na experiência humana.


Quando começar a aplicar sessões de design thinking?

As empresas não podem ficar esperando a hora para inovar, para se preparar para ações inesperadas de seus concorrentes, para a mudança do consumidor, para novas maneiras de se organizar, para novos significados que os consumidores atribuam a seus serviços ou produtos.


As pesquisas de marketing não revelam essas ameaças, por definição. E quando as identificam, as soluções mais comumente usadas, de negócio, não auxiliam da forma como gostariam. O Design Thinking traz uma visão holística para a inovação. São equipes multidisciplinares que seguem um processo, entendendo os consumidores, funcionários e fornecedores no contexto onde se encontram, cocriando com os especialistas as soluções e prototipando para entender melhor as suas necessidades, gerando ao final novas soluções, geralmente inusitadas e inovadoras. 


Alicerces, processos e viabilidade

O processo de design viabiliza o design thinking. Ele pode ocorrer por meio de uma abordagem estruturada para gerar e aprimorar ideias. É realizado em quatro fases, da identificação do desafio até a solução do problema.

As fases são:


  • Imersão (insights)

  • Ideação

  • Prototipação

  • Realização


Elas podem se repetir ao longo de todo o processo e em cada uma das etapas abordadas, já que pode ser necessário voltar alguns passos para refinar as ideias ou partir de outro ponto de vista.


De acordo com estudos recentes, apenas 4% dos produtos lançados nos EUA obtiveram sucesso no mercado.

O design thinking como ferramenta de fomento à inovação, é construída sobre 3 alicerces: empatia, experimentação e prototipação.

Você já conhecia essa metodologia?

Para saber mais, acesse nosso perfil aqui no Linkedin ou entre em contato conosco via DM para implementarmos essa ferramenta de inovação na sua empresa.

Nos vemos em breve :)


 

Fontes:

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page